Ciência, Cotidiano

Nasa recebe número recorde de inscritos para o curso de astronauta 2017

A Nasa recebeu mais de 18.300 candidatos para participar do curso para astronauta em 2017, o recorde anterior era de 8.000 inscritos em 1978 e quase 3 vezes maior que em 2012, a última classe de astronautas.

Os candidatos enfrentaram um longo processo de 18 meses e serão selecionados de 8 a 14 pessoas que terão a oportunidade de se tornar um astronauta.

O processo envolve avaliação das aplicações avaliando as qualificações de cada candidato, em seguida, irá chamar os mais qualificados para entrevistas no Centro Espacial Johnson em Houston.

A Nasa espera anunciar suas escolhas em 2017. Os candidatos escolhidos passaram por um treinamento em Johnson, terão dois anos de formação inicial em sistemas da nave espacial, habilidades para andar no espaço, trabalho em equipe, aprendizado do idioma russo, entre outras habilidades necessárias.

“Não é surpreendente para mim que tantos americanos de diversas experiências educacionais quererem contribuir pessoalmente em nossa jornada para Marte” disse o administrador da Nasa Charlie Bolden.

Classe de 2012. Foto Robert Markowitz (Nasa)
Classe de 2012. Foto Robert Markowitz (Nasa)

Os alunos que conseguirem concluir o treinamento passaram por funções dentro de escritório antes de poder viajar em qualquer das quatros naves espaciais: a Estação Espacial Internacional, nave espacial Orion da NASA ou em uma das duas naves espaciais de tripulação comercial americano em desenvolvimento – Boeing CST-100 Starliner ou SpaceX Crew Dragon.

A nave espacial de tripulação comercial irá levar quatro astronautas para a estação espacial, aumentando para 6 ou 7 o número de astronautas no laboratório orbitral.

Brian Kelly, diretor de Operações de Voo da Johnson, disse que irão ter muito trabalho com tantas inscrições porém “é encorajador saber que tantas pessoas reconhecem a grande oportunidade que é fazer parte da emocionante missão da NASA”.

Alguns requisitos para os candidatos eram: ser um cidadão dos EUA e ter formação em Ciência, Tecnologia, Engenharia ou Matemática (STEM); 3 anos de experiência de trabalho ou graus como mestrados e doutorado; passar no teste físico.

Foto Bill Stafford (Nasa)
Foto Bill Stafford (Nasa)
Post AnteriorPróximo Post