Cotidiano, Mundo

Vaga para Médico Júnior com salário anual de $ 400.000 não acha candidatos para cidade na Nova Zelândia

Uma clínica de uma cidadezinha na Nova Zelândia, Tokoroa, está com dificuldades para preencher uma vaga de médico júnior. O salário de $ 400.000 anuais, 4 dias por semana, 3 meses de férias e até mesmo não precisar trabalhar aos fins de semana ou à noite não tem atraído pessoas.

O dono da clínica, Dr Alan Kenny, disse ao NZ Herald que mesmo procurando 4 agências de recrutamento médicos não achou um profissional para a vaga em dois anos. Não recebeu nenhum currículo nos últimos quatro meses.

A clínica Tokoroa Family Health atende 6000 pessoas, o aumento nos últimos dois anos sobrecarregou Dr Kenny por isso ele está procurando um médico para ajudar. Dr Kenny chega a atender 43 pacientes por dia, onde o número recomendado pelo Royal College é de 25.

Ele tem sido médico na cidade por 30 anos e sua filha é a única neozelandesa dos seis médicos da cidade.

“Só porque eu ganho muito dinheiro não significa que eu quero trabalhar sem parar.” diz Dr Kenny que está exausto não conseguindo fazer uma pausa para o almoço e foi forçado a cancelar as férias no passado.

Tokoroa foi fundada em 1910 e tem uma população de 13.600 pessoas, teve seu auge populacional em 1970 atingindo 20 mil habitantes e desde então está em declínio populacional.

A principal atividade econômica da cidade é a silvicultura e atividades agrícolas como criação de ovelhas e gado leiteiro. O aumento nos preços dos produtos lácteos tem influenciado terras florestadas a se converterem em terras agrícolas. Cerca de 5 km ao norte da cidade, a empresa Fonterra construiu a maior fábrica de queijo do hemisfério sul em Lichfield.

Post AnteriorPróximo Post